Like this post

São 22:35, 36 agora. Olha, eu sei que você já ouviu isso milhares e milhares de vezes, ou melhor, leu isso, milhares e milhares de vezes, mas eu te amo. Sabe aqueles negócios de borboletas no estômago e distração por está bobinha? Então, acabei me acostumando com isso… Acabei me acostumando com muitas coisas suas, tipo, tua voz, tuas risadas, tuas histórias malucas, tua mania fofa de me acordar a uma da manhã e dizer que me ama, e falar com voz doce, coisas que eu sempre vou lembrar. É estranho e confuso, explicar como é te amar de longe, como é te querer de longe, como é aguentar as coisas que só a gente sabe. Acho que eu aprendi a lidar com você, ou eu já nasci sabendo, como se realmente você fosse “o amor da minha vida, daqui até a eternidade e que nossos destinos tenham sido traçados na maternidade”. Dói um pouco, pra ser sincera, acordar todos os dias, manter uma rotina que é preenchida de você, mas não pode ser aproveitada com você. Ruim ter que tentar encontrar as palavras pra te explicar tudo que sinto, pra que o amor não acabe, porque eu te amo tanto que chega a doer pensar em ti perder, e dói mais ainda, pensar que, talvez um dia, eu nunca mais consiga te fazer feliz. Ruim é aguentar meu ciumes, minhas birras, minhas choradeiras, os momentos que eu preciso e que queria passar do teu lado, e é incrível, porque mesmo que nosso destino seja choradeira-pós-choradeira, ou um fim, como todos me disseram que haveria, nós ainda estamos aqui, mais experientes que antes, mais fortes que antes… E sorrindo. Sei que não vai ser fácil, mas eu quero você todo minuto, tirando os que você me deixa irritada, mas ainda assim, eu te quero… Olha, eu só queria te dizer que eu te amo, que por mais longe que você esteja, eu te amo, que mesmo depois de tanto tempo e tanta coisa, eu te amo, que se no meio de tanta gente, a gente se achou, foi por alguma coisa, e se deu certo até agora, por que não um eterno? Sim, eu prometo que vou te amar, na saúde, na doença, na riqueza, na pobreza, na chuva, no sol, nas discórdias e nas pazes, até que a morte nos separe. Eu vou te amar amanhã, um pouco mais depois de amanhã e depois e depois e depois… minha bebê, minha vida, minha linda.

É só mais um monte de palavras tentando, inutilmente, te explicar o que você causa em mim… VitoriaXimenes

Like this post

Me disseram uma vez, que quando eu encontrasse o amor da minha vida, de alguma maneira, eu saberia. Eu reconheceria. Mas sabe, eu imaginei aquelas coisas de filmes que a gente assiste, se esbarrando e essas coisas, mas o que nos tornou únicos foi não ser dessa forma, ser totalmente estranho, porque eu mal sabia seu nome, e senti que poderia confiar em você. E você era tão quieta, que de alguma maneira, te deixei entrar no meu peito. Mas sabe o mais louco disso tudo? Eu não queria nada com ninguém, meu coração estava cheio de buracos, frio, e a última coisa que eu queria, era que alguém entrasse nele e me derretesse, porque eu estava bem assim… Mas ainda sim, te deixei entrar, te deixei invadir meu peito, e tornar-me seu, mesmo que você nunca soubesse, e acho que no dia que eu deixei, foi o dia que eu percebi que era amor, e que a partir dali, não te deixaria ir, eu seria seu, cada célula minha era sua… Ironia ou não, você acertou em tantas coisas, que talvez nem saiba. Mas havia dias, que a distancia doía, que passávamos muito tempo sem conversar, quando eu achava que tinha acabado, você sempre aparecia, mandava sms, ou me ligava, e se antes você tinha me perdido, lá estava eu, de volta pra você. Acho que nunca ninguém entenderá o tamanho do meu amor por você, ou do porque de mesmo apesar de tantas coisas ruins que passamos, eu ainda te amar, eu ainda estar com você. O que talvez, as vezes, nem eu mesma entenda. Mas eu te amo, sabe? Eu sei que não é muito, mas meu coração é seu, minha vida é sua, meu futuro é seu. E nesse momento, eu só quero que você saiba que mesmo eu não conseguindo dizer isso pra você no telefone, é verdade, cada palavra escrita aqui, é verdade, eu te amo, e é você que faz todos os meus dias serem os melhores.

Eu sei que isso não é muito, mas acredita que eu ainda tô sorrindo lembrando de você dizendo que me ama? VitoriaXimenes

Amor da minha vida, daqui até a eternidade, nossos destinos foram traçados na maternidade… Paixão cruel, desenfreada, te trago mil rosas roubadas pra desculpar minhas mentiras, minhas mancadas. Exagerado, jogado aos teus pés. Eu sou mesmo exagerado. Adoro um amor inventado… Eu nunca mais vou respirar, se você não me notar. Eu posso até morrer de fome, se você não me amar. E por você eu largo tudo, vou mendigar, roubar, matar. Até nas coisas mais banais, pra mim é tudo ou nunca mais.

Cazuza  (via carioca94)
É complicado, mas é amor.
Like this post

Ah, se eu conseguisse explicar tudo que ela era pra mim… Sabe aquela sensação que vem com aquela chufa fina que cai de manhã, aquele chocolate quentinho junto com um filme de romance? Ela era minha calma, sabe? Mesmo ela tendo aquele jeito só dela. Eu não precisava ser rico, nem bonito, nem nada. Ela brincava, mas no meio da noite ela de olhos fechados dizia que não sabia o que viu em mim, mas que ela me amava muito. Eu odiava cada mm dela e ainda assim, amava cada mm dela. Era meio louco, entende? Nós fazíamos amor de manhã e passava a noite brincando. Divididos entre uma vida de adultos com um pouco de mentalidade de criança. Ela me fazia sorrir, ela era meu motivo pra sorrir, pra levantar toda manhã, pra comer, pra andar… Os minutos longe dela eram todos contados, e quando a via, sempre havia mais alguma coisa pra mim perceber, as vezes o olho, um novo sorriso, uma roupa nova. E ela foi arrancada de mim, e com ela levaram tudo que um dia eu fui, toda minha vontade de viver, toda minha esperança, minha vontade… E o que restou foram uns três álbuns de fotos em cima da mesinha da sala, com umas duas garrafas de uísque, até pouco cheias, e uns 3 maços de cigarro, que eu teimo em tragar. E aquele no espelho, é o reflexo do homem que perdeu tudo que tinha, que está morto por dentro e escreve pra que nunca se esqueça do que foi um dia…

Diário de um ex homem feliz.  VitoriaXimenes

Like this post

Percebi não precisa de muita coisa pra eu me ver imaginando nossa casa, brigas, amores, filhos… Minha mente sempre vai te trazer de volta, as vezes com uma música qualquer ou por alguém que tenha o teu sotaque. E sabe, queria poder cantar baixinho no seu ouvindo essa noite, queria te encher de beijo e carinho, dizer que não me vejo num futuro sem você, te acordar com cheirinho de café que vai vir da cozinha, te apertar nos meus braços e te prender aqui em mim. Beijar tua boca em cada parte da casa, fazer amor desde a cama até a mesa da cozinha. Queria poder esta em qualquer lugar com você, só não em circos ou em becos sem saída, mas com você. Queria poder rir com você, te ver chorar em filmes de drama, zoar da sua cara e você me fazer pedir desculpas. Mas como uma vez disseram “amor só é bem forte se tiver seu lado triste”, bem, se começamos no difícil só tende a piorar, mas se for pra ficar ruim que seja do teu lado, onde eu posso me refugiar, onde eu sei, que nada de ruim poderá permanecer. E olha, eu te amo, e eu te amo mesmo, e te amo muito, te amo mais que pensei que poderia, te amo mais do que consideras muito. Eu te amo, vida. E quando for amanhã, eu ainda vou te desejar aqui, ainda mais do que hoje. Porque é você, só você que pode me fazer feliz.

 -   Mas nada disso impede que eu sinta um amor absurdo por você. VitoriaXimenes

Like this post

Não existe despedidas quando o amor é grande demais, quando dois se amam, lutam, lutam e no fim, o orgulho ganha. O amor nunca acaba, ele se esvaia, diminui, mas sempre dá um remexida do estômago quando aquele cara diz teu nome, aquele que um dia te resumia, que te dava a mão, aquele que um dia foi teu tudo. Porque é assim mesmo, nem todo casal é feito pra permanecer junto. Então, olha pro céu, amor. Nosso romance perfeito pode ter acabado, mas você ainda é o motivo que me faz sorrir quando alguém fala da lua.

Amor, você tá olhando pro céu? Viu a estrela que passou? Eu pedi pra você estar aqui, você acha que ela me ouviu? — VitoriaXimenes

Senti tanto sua falta que eu implorei para que você voasse e viesse me ver.

Nickelback (via in-perfeito)